Get Adobe Flash player

Patrocinador


 Powered by Max Banner Ads 

Doença de Kohler


Nota-se um aumento da densidade óssea e uma fragmentação óssea pós necrose.
A osteocondrose, ou necrose avascular pode ocorrer em qualquer epífise e, para cada epífise acometida, existe uma denominação diferente:
1. Cabeça do fêmur………………….. LEGG-PERTHES-CALVÉ
2. Corpo vertebral……………………. SCHEURMANN
3. Tuberosidade ant. tíbia…………..OSGOOD-SCHLATER
4. Calcâneo……………………………… HAGLUND-SEVER
5. Côndilos femorais………………….. KOENIG
6. Escafóide(navicular) do tarso……KÖHLER
7. Cabeça do 2º metatarso……………FREIBERG-KOHLER
8. Semilunar do carpo……………….. ..KIENBOCK
9. Capitelo do úmero………………… .. PANNER

CLASSIFICAÇÃO DAS OSTEOCONDROSES, SEGUNDO SUA LOCALIZAÇÃO

I. OSTEOCONDROSES ARTICULARES :
 Enfermidade de Legg Perthes
 Enfermidade de Köhler
 Enfermidade de Panner
 Enfermidade de Freiberg

II. OSTEOCONDROSES NÃO-ARTICULARES:
 Enfermidade de Osgood-Schlatter
 Enferemidade de Haglund Sever

III. OSTEOCONDROSES FISÁRIAS:
 Enfermidade de Scheuermann
 Enfermidade de Blount

. ESTÁGIOS
Existe um CICLO NATURAL na evolução de uma osteocondrose, que passa por diferentes fases (necrose, reabsorção, reconstrução e remodelagem) ao longo
de 2 a 4 anos aproximadamente . É uma doença cíclica que evolui para uma cicatrização das lesões. Estas fases são:

1. FASE DE NECROSE ( é o estágio inicial): Começa 6 meses após a obstrução vascular e caracteriza-se por: interrupção da proliferação óssea do núcleo cefálico e incapacidade de crescimento do núcleo ossificado, mas é importante lembrar que a cabeça como um todo está de maior tamanho devido ao crescimento cartilaginoso aumentado. O núcleo cartilaginoso permanece redondo e não deformado. É observado um aumento no espaço articular medial, secundário à sinovite, com diminuição do núcleo ossificado e hipertrofia da cartilagem.
Incapacidade de crescimento do núcleo ossificado Núcleo cartilaginoso é redondo e não deformado.
Aumento no espaço articular medial
Diminuição do núcleo ossificado
Hipertrofia da cartilagem.

2. FASE DE REABSORÇÃO (também denominado estágio da fragmentação): Caracteriza-se pela invasão da cabeça por tecido de granulação,
reabsorvendo as trabéculas ósseas. Nessa fase a reação osteoclástica é intensa.

3. FASE DE RENCONSTRUÇÃO ( também denominado estágio da reossificação ): Nessa fase as células germinativas pluripotenciais começam a
proliferar. O osso destruído é progressivamente substituído por tecido de granulação não ossificado, que vai gradativamente ossificando-se.

4. FASE DE REMODELAGEM ( é o estágio definitivo; da cura, da seqüela): O núcleo cefálico ossifica-se progressivamente e sofre uma adaptação
recíproca entre a cabeça e o acetábulo. Podem ser observadas deformidades da cabeça como coxa magna, vara, plana.

Os comentários estão encerrados.

Consultoria

Make a Donation Button

Avalie o site

Avalie o site

  • Excelente (96%, 80 Votes)
  • Bom (4%, 3 Votes)
  • Ruim (0%, 0 Votes)
  • Pode melhorar (0%, 0 Votes)
  • No Comments (0%, 0 Votes)

Total Voters: 83

Loading ... Loading ...

+ acessados aqui

RSS CBR