Get Adobe Flash player

Pielonefrite Xantogranulomatosa

A Pielonefrite Xantogranulomatosa é uma forma anatomopatológica de pielonefrite crônica,caracterizada pela presença de macrófagos contendo gordura no seu interior(xantomas).

Descrita, pela primeira vez em 1916, por Schlazenhaufer, é condição infecciosa crônica, incomum e grave do rim. Caracteriza-se por destruição supurativa do parênquima renal, associada a granulomas, abcessos e células com inclusões lipídicas
(células espumosas).

Descrita com várias designações, foi Osterlind, em 1944, quem criou o termo Xantogranuloma, atualmente aceito por todos. Diversos autores  exprimem a mesma opinião quanto às dificuldades do diagnóstico que, em sua quase totalidade, é feito pelo exame histopatológico da peça cirúrgica. Por isso, tem sido a PNX denominada “a grande imitadora”, por sua semelhança com várias neoplasias do rim e outros processos inflamatórios renais, não somente em seu aspecto clínico-radiológico como no transoperatório.

A incidência no sexo feminino é bem mais elevada. De etiologia obscura, são aceitas as teorias de: infecção bacteriana levando à destruição tecidual, liberação de lipídios com conseqüente resposta histiocitária, defeito metabólico lipídico acrescido de reação inflamatória secundária e, por fim, uma combinação das anteriores associada a outros fatores, como insuficiência vascular e ureteral ou obstrução pélvica por cálculos.

Os comentários estão fechados.

Faça uma consultoria

Make a Donation Button

Dê a sua opinião

How Is My Site?

View Results

Loading ... Loading ...

+ acessados aqui

Comentários