Get Adobe Flash player

Patrocinador


 Powered by Max Banner Ads 

Abscesso renal



A pielonefrite aguda foi classificada como complicada, ou seja, associada a abscesso renal e/ou perirrenal em cerca de 21% dos casos. A importância da detecção de abscesso renal é discutível, uma vez que existem trabalhos na literatura demonstrando que pequenos abscessos renais podem resolver-se somente com o tratamento clínico, sendo dispensável o procedimento invasivo. No entanto, a conduta somente pode ser estabelecida após a caracterização do abscesso.

A obstrução ureteral levando a estase no sistema coletor pode ser um fator desencadeante de pielonefrite aguda. Na nossa casuística identificamos cálculo ureteral em apenas três casos (6,2%) e somente um com dilatação do sistema coletor a montante. De maneira análoga, ao analisarmos a presença de cálculo renal não observamos associação com abscesso renal.

A heterogeneidade da gordura perirrenal foi o único sinal dentre os estudados a não obter concordância significativa. De todos os sinais, este foi considerado o mais subjetivo, levando à sua baixa reprodutibilidade. Uma das razões para esta divergência de interpretação pode estar relacionada à “janela” utilizada pelos examinadores. É importante lembrar que este sinal é inespecífico, sendo também observado na seqüela de processo inflamatório pregresso, na doença vascular, no trauma e nas obstruções do trato urinário

Os comentários estão encerrados.

Consultoria

Make a Donation Button

Avalie o site

Avalie o site

  • Excelente (96%, 80 Votes)
  • Bom (4%, 3 Votes)
  • Ruim (0%, 0 Votes)
  • Pode melhorar (0%, 0 Votes)
  • No Comments (0%, 0 Votes)

Total Voters: 83

Loading ... Loading ...

+ acessados aqui

RSS CBR