Get Adobe Flash player

Patrocinador


 Powered by Max Banner Ads 

Carcinoma hepatocelular fibrolamelar


O carcinoma fibrolamelar é uma neoplasia maligna hepática primária que difere do CHC em aspectos clínicos, laboratoriais, patológicos e de prognóstico. Representa 1%-9% de todos os casos de carcinomas hepatocelulares, porém pode ser responsável por 35% dos carcinomas hepatocelulares em indivíduos com menos de 50 anos e sem evidência de doença hepática crônica.

A neoplasia fibrolamelar hepática acomete geralmente adultos jovens, com predomínio na segunda e terceira décadas de vida, e tem igual incidência em ambos os sexos.

Cirrose e hepatite não são consideradas fatores predisponentes, diferentemente do que ocorre em outros tipos de carcinomas hepatocelulares.

Ocasionalmente a cirrose e a hepatite podem estar presentes (em menos de 5% dos casos), porém sem fator causal definido.

O carcinoma fibrolamelar apresenta-se na TC como massa grande, heterogênea e predominantemente hipodensa. Calcificações podem ocorrer em mais de 65% dos casos,
sendo geralmente poucas e pequenas.

Após a administração do meio de contraste, o CHC fibrolamelar apresenta-se na fase arterial como uma massa heterogênea e hipervascular.

Os comentários estão encerrados.

Consultoria

Make a Donation Button

Avalie o site

Avalie o site

  • Excelente (96%, 80 Votes)
  • Bom (4%, 3 Votes)
  • Ruim (0%, 0 Votes)
  • Pode melhorar (0%, 0 Votes)
  • No Comments (0%, 0 Votes)

Total Voters: 83

Loading ... Loading ...

+ acessados aqui

RSS CBR